O 4 º Prêmio José Marques de Melo de Estímulo à Memória da Mídia, promovido pela Alcar em parceria, nesta edição, com a Universidade Presbiteriana Mackenzie e com o apoio da Editora Summus e da Globo Universidade, ocorreu no dia 10 de junho durante o XI Encontro Nacional de História da Mídia. Durante a solenidade foram anunciados onze os finalistas seguido pela premiação dos cinco melhores trabalhos.

A Prêmio foi idealizado pela Prof. Marialva Barbosa, em 2010, quando então era presidente da Alcar. Incorporado a programação dos Encontros Nacionais de História da Mídia a premiação presta homenagem ao Prof. José Marques de Melo, um expoente internacional em estudos da memória da Mídia brasileira, assim como membro fundador da Alcar e de diversas outras entidades de pesquisa em Comunicação.

O PJMM tem como objetivo incentivar as novas gerações a pesquisar os processos e as práticas comunicacionais a partir de um viés histórico. O Prêmio é mais uma das atividades promovidas pela Alcar  para alcançar e estimular os alunos de graduação. Desde a sua criação a entidade tem procurado promover a integração dos novos pesquisadores com os de maior trajetória, reafirmando assim, o seu compromisso de acolher e estimular os estudos em história da mídia.

A premiação, voltada para os trabalhos estudantis de graduação apresentados nos GTs da Alcar, ocorreu em duas etapas. Inicialmente foram anunciados os onze finalistas, sugeridos pelos coordenadores dos GTs. Cada trabalho indicado recebeu um certificado emitido pela instituição. Após o anúncio dos artigos que representariam cada GT foram premiados os cinco melhores trabalhos, eleitos pela diretoria da Alcar. Os cinco finalistas ganharam o Troféu José Marques de Melo e um kit como livros. As autoras do artigo que ficou em primeiro lugar foram premiadas com uma viagem com passagem e hospedagem pagas para conhecer a Central Globo de Produção (CGP/Projac).

Confira a relação dos trabalhos indicados como finalistas pelos GTs e os cinco primeiros colocados:

Vencedores

1 lugar pjmm 2017

1º Colocado: Caroline Bandeira e Julia Pellegrini

Orientadora: Raquel Dornelas

Trabalho: (O)Posição Pelo Riso: O Humor Como Estratégia Discursiva no Jornalismo Alternativo Capixaba

2 lugar

2º Colocado: Caio M. R. Ancieto

Orientador: Marta Regina Maia

Trabalho: Verdades escolhidas: a memória em disputa nas narrativas do jornal Estado de Minas

3 lugar 

3º Colocado: Ana Carolina Maoski

Orientador: José Carlos Fernandes

Trabalho: Lara, Diana e Márcia de Irmãos Coragem (1970-71) e Tarso de Caminho das Índias (2009)  – duas abordagens distintas sobre a representação da loucura na telenovela brasileira

4 lugar pjmm 2017

4º Colocado: Amanda Gomes

Orientadoras: Anna Cavalcanti e Cida Golin

Trabalho: A linguagem televisiva de Fernando Faro (1927 – 2016): música  popular brasileira e entrevista-diálogo no programa Ensaio

5 lugar 

5º Colocado: Silvia Cristina Silvado

Orientador: Marta Regina Maia

Trabalho: O discurso anticomunista do jornal O Arquidiocesano antes e depois da deflagração da ditadura civil-militar no Brasil

 

Trabalhos indicados por GT:

GT – História do Jornalismo

ana carolina Ronchi

Jornalismo e instituições: a educação representada no jornal alternativo Posição

Autoras: Ana Carolina Ronchi e Marcella Rocha

Orientadora: Nicoli Tassis

 

jessica mateos

A Mulher Repórter No Jornalismo Pós-Industrial

Autora:Jéssica Mateos

Orientadora: Marli Santos.

 

GT – História da Publicidade e da Comunicação Institucional

Nenhum trabalho.

 

GT – História da Mídia Digital

jessica mateos

A construção da cidadania no ambiente interativo online – análises de comentários na fanpage do G1 no Facebook

Autor: Mikael Melo

Orientador: Laura Seligman

 

GT – História da Mídia Impressa

silvia silvado

O discurso anticomunista do jornal O Arquidiocesano antes e depois da deflagração da ditadura civil-militar no Brasil

Autora: Silvia Cristina Silvado

Orientadora: Marta Regina Maia

 

silvia silvado

Contexto Subjetivo, Conteúdo Subjetivo: O Jornalismo Literário  como estratégia de resistência durante a Ditadura Militar

Autora:  Thereza Cristina Rocha

Orientadora: Raquel Dornelas

 

GT – História da Mídia Sonora

Nenhum trabalho.

 

GT – História das Mídias Audiovisuais

ana maoski

Lara, Diana e Márcia de Irmãos Coragem (1970-71) e Tarso de Caminho das Índias (2009)  – duas abordagens distintas sobre a representação da loucura na telenovela brasileira

Autora: Ana Carolina Maoski

Orientador: José Carlos Fernandes

 

null

A linguagem televisiva de Fernando Faro (1927 – 2016): música  popular brasileira e entrevista-diálogo no programa Ensaio

Autora:   Amanda Gomes

Orientadoras:  Anna Cavalcanti e Cida Golin

 

GT- História da Mídia Visual

breno

Fotografia, violência e cuidado

Autor: Breno Crispino Lima

Orientadora: Janine Justen

 

GT – História da Mídia Alternativa

caroline bandeira

(O)Posição Pelo Riso: O Humor Como Estratégia Discursiva no Jornalismo Alternativo Capixaba

Autoras: Caroline Bandeira e Julia Pellegrini

Orientadora: Raquel Dornelas

 

caroline bandeira

Comunicação popular e juventude: reflexões sobre práticas na região norte do Piauí

Autoras:   Daniely Cintia Viana de Sousa e Ohana Luize Alves Lima

Orientador: Orlando Maurício de Carvalho Berti

 

GT – Historiografia da Mídia

caio

Verdades escolhidas: a memória em disputa nas narrativas do jornal Estado de Minas

Autor: Caio M. R. Ancieto

Orientadora: Marta Regina Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *