Tema: Manipulações midiáticas em perspectiva histórica

 

Ementa

Desde o final do século XIX que os meios de comunicação trabalham com processos que objetivam conquistar públicos, vender produtos, elevar ideologias e manter ou derrubar governos, muitas vezes, às custas de técnicas e instrumentos que procuram manipular as sociedades em prol de seus interesses e de quem os mantém. Nesse caminho, propaganda, publicidade, marketing, jornalismo, relações públicas, fotografia e cinema, muitas vezes articulam e/ou se hibridizam, para vender produtos, ideias e imagens. As grandes guerras dos séculos XIX, XX e XXI são ricas em exemplos, assim como, os governos totalitários e ditatoriais, contudo, também nas democracias podemos localizar práticas similares, tanto no mercado quanto no Estado. Desse modo, é na busca por contextualidades que expressam historicidades e temporalidades específicas, em que as áreas da comunicação e do marketing trabalham em prol de processos de manipulação, que o Congresso da ALCAR em 2017 pretende se debruçar.

Chamada

O Encontro Nacional da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia possui na atualidade nove Grupos Temáticos que se distribuem em: História do Jornalismo; História da Publicidade e da Comunicação Institucional; História da Mídia Digital; História da Mídia Impressa; História da Mídia Sonora; História das Mídias Audiovisuais; História da Mídia Visual; História da Mídia Alternativa e Historiografia da Mídia. Para os GTs são aceitos textos de professores, pesquisadores e estudantes de pós-graduação. Estudantes de graduação podem submeter artigos em parceria com seus orientadores. Profissionais ou empresários que atuaram como testemunhas oculares da história da mídia também são convidados a enviar propostas.

Pesquisadores, profissionais e estudantes de todas as áreas do conhecimento podem submeter trabalhos até o dia 15 de abril de 2017 (novo prazo: 24 de abril de 2017).

O processo de submissão, avaliação e aprovação dos trabalhos não está condicionado à formalização da inscrição no Encontro. No entanto, é necessário que o postulante comprove a realização de sua inscrição e o pagamento da respectiva taxa para que possa participar e apresentar o trabalho no evento, receber certificado de participação e para que a produção conste nos anais do evento.
Clique aqui para visualizar as ementas dos GTs.

Outras informações podem ser obtidas através do e-mail historiadamidiaalcar2017@gmail.com

 

Calendário de Inscrições

Inscrições: 15 de fevereiro a 20 de maio de 2017

Submissão de trabalhos: 15 de fevereiro a 15 de abril de 2017 (novo prazo: 24 de abril de 2017)

Divulgação da Carta de Aceite: até 13 de maio de 2017

 

NORMAS EDITORIAIS

O trabalho deve conter:

Título: em negrito, fonte Times New Roman, 14, centralizado. Incluir nota de rodapé informando em qual GT o trabalho será apresentado.

Autor(es): último sobrenome em maiúsculas, titulação ou graduação, identificação da instituição e unidade de federação – em Times New Roman, 12, centralizado, duas linhas após o título. Incluir nota de rodapé com breve currículo do autor e endereço eletrônico.

Resumo: entre 10 e 15 linhas, deve ser formatado em fonte Times New Roman, 10, justificado, entrelinhamento simples.

Palavras-chave: o resumo deve ser seguido por, pelo menos, três palavras-chave, sendo a primeira ancorada na temática do respectivo GT e as demais especificando sub-áreas temáticas ou interfaces disciplinares.

Texto: alinhamento justificado; fonte Times New Roman, tamanho 12; espaço entrelinhas de 1,5, margem superior/inferior e esquerda/direita 3 cm, de 10 a 15 páginas, incluindo bibliografia.

Referências: conforme norma da ABNT

Clique aqui para baixar o modelo de submissão de trabalho.

Informações importantes:

1) Os textos completos devem ser salvos em formato .pdf e ter como título o GT específico, nome e sobrenome do autor (por exemplo, gtjornalismo_joao_cunha). Os textos completos devem ser enviados para o e-mail do Grupo Temático respectivo, com cópia para comitecientificoalcar2017@gmail.com

2) Os autores devem aguardar resposta de confirmação do recebimento pelo respectivo coordenador do GT.

3) Na ausência de resposta imediata, recomenda-se fazer nova remessa, para evitar problemas de extravio.

4) Os coordenadores de grupos temáticos somente incluirão no programa do evento e os organizadores locais somente publicarão nos Anais Eletrônicos aqueles trabalhos cujos autores estiverem formalmente inscritos. Clique aqui para ver o Calendário de Inscrições

5) Cada autor só pode submeter um trabalho como autor principal e, no máximo, dois trabalhos como autor secundário.

São considerados autores principais: graduados, especialistas, mestrandos, mestres, doutorandos, doutores e pós-doutores.

Os graduandos só podem inscrever trabalhos em co-autoria com seus respectivos orientadores.

6) Os trabalhos devem ter o número máximo de 5 (cinco) autores (autor principal + co-autores).